segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Agente comunitário de saúde denuncia atual gestão municipal pelo não pagamento de Incentivo Adicional da categoria.

Mesmo previsto em lei, beneficio também não vinha sendo pago nas gestões anteriores.

Por: Redação
Crédito: Reprodução/CA

Na tarde desta segunda-feira (20), o Agente Comunitário de Saúde (ACS) Kleiton Martins de Lira procurou a redação deste blog para denunciar a atual gestão municipal pelo não pagamento do Incentivo adicional da categoria, denominado popularmente de “14º salário”, conforme estabelece a Lei 12.994/14. Na ocasião o servidor entregou uma cópia do requerimento protocolado na prefeitura datado do dia 20 de Janeiro quando ainda não havia sido efetuado o pagamento dos salários dos servidores municipais pela atual administração que só veio a ocorrer após o 10º dia do mês subsequente, que no caso dos ACS e ACE não incluiu o adicional, bem como o percentual de insalubridade para os que fazem jus.

Tanto para o pagamento do Incentivo Adicional quanto para a remuneração dos ACS e ACE, todos os municípios recebem recursos via Ministério da Saúde, que por ser insuficiente para o pagamento da folha, precisam de complementação por parte do município para que os servidores não fiquem no prejuízo. O problema é que dificilmente os municípios fazem essa complementação extra salarial, deixando assim os servidores privados do recebimento de qualquer adicional, tanto que, nas gestões passadas do prefeito Celso Luiz e do interino Vieira, os ACS e ACE também não recebiam este direito fixado em lei.

Toda via, o não cumprimento de uma lei por uma gestão ou outra, não é justificativa para continuidade de sua violação, por esse motivo, o servidor em questão cansado de aguardar uma resposta por parte da prefeitura resolveu colocar a “boca no trombone”, afinal de contas, já se passaram 30 dias do requerimento protocolado sem que nenhuma previsão de pagamento ou mesmo de indeferimento a solicitação lhe tenha sido apresentada.

A indignação do servidor se torna ainda maior, quando seus companheiros de trabalho do município vizinho de Inhapi, não só recebem o salário e o adicional incentivo, (este, de forma parcelada mês a mês), como também o adicional insalubridade que varia de 20% a 40%.

“Por que eles tem direito e nós não? Porque o governo de lá pode pagar e o daqui não pode? - Estou correndo atrás dos meus direitos, não quero nada além disso, só quero o que é meu” – Desabafou Kleiton Martins de Lira.

(Clique imagem para ampliar)






ESPORTE CANAPIENSE: Seleção canapiense se consagra campeã do maior Campeonato de Futebol Socyte de Alagoas.

S.E.C – Sociedade Esportiva Canapiense levantou a taça neste domingo (19) em partida emocionante disputada contra a equipe da casa que apesar dos reforços de jogadores de outros municípios não conseguiu superar a equipe canapiense.

Por: Marcio Martins
Crédito: Esporte Canapiense

Uma grande decisão que se preze tem que ser regada a fortes emoções até o ultimo minuto da partida, ou melhor, até depois do apito final, quando o jogo parte para prorrogação e persistindo o empate segue para a decisão por pênaltis.

E assim foi a grande final da Copa Ribeira do Ipanema de Futebol Socyte realizada na manhã deste domingo (19) na cidade de Santana do Ipanema entre a equipe da casa Bius F.C e a seleção canapiense montada pela equipe do S.E.C – Sociedade Esportiva Canapiense.

Num daquelas partidas inesquecíveis que vale o ingresso a ser pago, o resultado do tempo normal demonstrou o completo equilíbrio do bom futebol apresentado pelas duas equipes, tanto que ao apito final do juiz, com o placar ainda em 0x0 a partida foi para a prorrogação, quando finalmente a equipe do S.E.C  com um gol do jogador Nêne abriu o placar da partida colocando a equipe do S.E.C com uma das mãos na taça até que no ultimo minuto da prorrogação a equipe da casa empatou a partida levando a decisão para os pênaltis.

Mas apesar do adiamento da festa e do abalo psicológico do gol sofrido no ultimo minuto de jogo, a seleção canapiense não se deixou abater e com um gol do goleiro “leu” se consagrou campeão da competição pelo placar de 3x2.

E as conquistas não pararam por ai não, a equipe canapiense ainda teve o seu principal jogador “Sandrinho” escolhido e premiado pela organização do campeonato como o melhor jogador da competição. Já o jogador Yuri (Bambam) da equipe do Atlético foi escolhido o jogador revelação do campeonato.



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Quase 2,7 milhões de reais: Primeira parcela do FPM e do Fundeb do mês de Fevereiro repassada à prefeitura de Canapi é maior que toda a arrecadação do mês anterior.

Outras duas parcelas ainda devem ser creditadas pelo Governo Federal até o final do mês recheando ainda mais os cofres do município.

Por: Redação
Crédito: Arquivo/CA

O prefeito Vinicius Mariano definitivamente não tem do que reclamar neste inicio de governo quando o assunto são os repasses mensais/constitucionais do Governo Federal a Prefeitura de Canapi, afinal de contas, se o repasse do FPM e do Fundeb do mês de Janeiro na ordem de 2,5 milhões já havia sido “satisfatório”, o que dizer então do repasse de 2,7 milhões somente nesta primeira parcela de Fevereiro repassado pelo Governo Federal até a presente data?

A expectativa agora é sobre o montante a ser creditado das outras duas parcelas que ainda serão depositadas na conta da prefeitura via Banco do Brasil até o final do mês. Porém, o que todos se perguntam mesmo é onde está a transparência dos gastos e investimentos públicos que a prefeitura prometeu como meta de governo?

FPM: 1.222.908,15
Fundeb = 1.462.131,64

Total = 2.685.039,79

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

Usuários Online (Agora)